Fonte: viverdeblog.com

Por: Henrique Carvalho (do site viverdeblog.com)

O que você acha da ideia de fazer vídeos?

Você fica à vontade diante de uma câmera ou entra em pânico só de pensar no assunto? Realmente, pode ser assustador para uns ou até parecer muito trabalhoso para outros.

Muitas vezes pode até bater aquela preguiça quando você pensa em gravar um vídeo.

Tanto que você pode até se questionar se vale a pena seguir por esse caminho e no final das contas, decidir continuar a produzir somente conteúdo escrito.

Porque é mais fácil.

Porque continua funcionando.

Porque sua audiência nunca reclamou.

Mas o fato é que, a necessidade de começar a fazer vídeos para complementar a estratégia de produção de conteúdo não é mais algo distante.

Esta já é a realidade não só de produtores de conteúdo, mas de empreendedores digitais e até de grandes empresas.

E ficar de fora pode significar atraso para o seu negócio.

Cada vez mais pessoas estão preferindo assistir vídeos online ao invés de gastar seu tempo assistindo TV.

Um dos maiores motivos para essa mudança está na flexibilidade na hora de consumir este tipo de conteúdo. Você assiste quando e onde quiser.

O crescimento de mídias como Netflix e do próprio YouTube estão ai para provar este argumento.

O poder de decidir o que vai consumir em termos de conteúdo está nas mãos do público e não mais em poder dos grandes veículos de comunicação.

Outro fator determinante para o constante crescimento, está no simples fato das pessoas se sentirem atraídas por vídeos.

Seres humanos gostam de contato olho no olho e interação pessoal, e o vídeo é o tipo de mídia que melhor consegue reproduzir este tipo de contato.

Pessoas se conectam através das emoções, expressões faciais e linguagem corporal.

Por mais que você coloque toda sua personalidade em seus textos, o leitor nunca terá uma noção tão perfeita de como você parece ser ao vivo. Em um vídeo, fica muito mais fácil.

Sem falar que, a popularização da tecnologia, a facilidade de gravar vídeos com seu próprio smartphone e em qualquer lugar, fez surgir a oportunidade para qualquer pessoa com criatividade e bom conteúdo, produzir seus próprios vídeos.

Ser um influenciador ou uma autoridade no seu nicho, não é mais uma realidade distante, reservada a astros da televisão ou escritores famosos de livros.

Nos Estados Unidos, entre os adolescentes, de cada 10 celebridades e influenciadores, 8 são Youtubers.

Qualquer pessoa pode, com as possibilidades trazidas pela internet e pelo Marketing Digital, se tornar uma referência em seu mercado.

E quem disse que não pode ser você?

Deixe um comentário